HP Indigo é a melhor?

27 02 2012

Sem dúvida entre os consumidores de impressão se difundiu a lenda HP Indigo como a melhor impressora digital. Será verdade?

Não há dúvida quanto a qualidade de impressão do equipamento que me parece superior na maioria das impressoras digitais, mas pelo que pesquisamos junto aos donos de HP Indigo é que nem tudo são flores.

A impressora utiliza tinta líquida com atração magnética e pelo fato da tinta ser líquida a qualidade de impressão é muito próxima de uma impressão off-set e ao contrário do toner não é afetada por exposição prolongada ao calor mas em contrapartida assim como na impressão off-set há tempo de secagem para papéis comum (sem primer), o que é inconveniente para gráfica rápida pois não dá pra levar o material direto da impressora para o acabamento pois há risco de manchar e borrar. Para as empresas que têm essa necessidade, as impresoras que utilizam toner são mais indicadas.

Outra limitação da tinta liquida é a absorção em papeis não revestidos que deixa as impressões mais escuras, o que não ocorre com o toner.

Outro dado levantado é que para aqueles que adquiriram a cultura de impressão digital, a máquina da HP é bem mecânica e exige bom conhecimento do impressor para troca de insumos, coisa que se mostra muito mais simples nas impressoras digitais de produção da concorrência com Xerox Igen 4, Kodak Nexpress, Konica Minolta C8000, Cannon ImagePress 7010VP. Isso nos faz pensar que é um equipamento que tem maior receptividade nas gráficas off-set que estão a migrar ou a fazer fusões híbridas com impressão digital pois já estão habituados a manutenção deste tipo.

Uma vantagem condicionada da impressora é o custo de impressão baixo, desde que em grandes volumes. O custo de impressão considerando os insumos é bastante baixo, no entanto o preço da impressora exige altos volumes para equilibrar o retorno sobre o investimento. Assim se a demanda de impressão não for de muitas centenas de milhares não há plano que se sustente.

Por fim pode-se dizer que a qualidade de impressão das impressoras de produção da concorrência estão cada vez melhores e não deixam a desejar para a qualidade off-set como era no passado.





Linha Konica-Minolta BizHub Color

11 02 2010

Bizhub C452

Os dois novos equipamentos se destacam pela alta qualidade e pelo baixo custo de impressão. Para complementar a linha bizhub, a Konica Minolta acaba de lançar, no Brasil, as multifuncionais C280 e C452. A companhia apresentou os novos produtos para autorizadas de todo País, no último dia 2 de dezembro, em São Paulo. Os equipamentos reforçam a linha da marca voltada para os segmentos que exigem qualidade fotográfica a baixos custos.
A bizhub C280 pode atender desde escolas e empresas até agências de publicidade e gráficas. Ela é indicada também para diagnósticos médicos por imagem, pois possui o exclusivo Toner Simitri HD de alta definição, com partículas de cera que aumentam o brilho e dão mais vida às imagens. Já a bizhub C452 pode complementar trabalhos feitos em off-set ou imprimir documentos com baixas tiragens, quando o custo do off-set deixar de ser atrativo. Além da alta qualidade de impressão, os equipamentos se destacam pelo baixo custo por página e por estarem comprometidos com a preservação do meio ambiente.
Isso porque a C280 permite a substituição dos quatro cilindros e reveladores separadamente, ou seja, não é necessário substituir a unidade de revelação inteira, tornando o custo por página mais baixo. No caso da C452, o revelador teve a vida útil aumentada para 1.140.000 páginas, quase quatro vezes mais que sua antecessora. As bizhubs C280 e C452 copiam e imprimem, respectivamente, 28 e 45 páginas coloridas e preto e branco por minuto e ainda contam com um scanner que digitaliza 70 páginas por minuto em A4.
A C280 ainda conta com uma unidade de acabamento embutida, que ocupa pouco espaço e permite grampeamento em várias posições. Ela também imprime banners de 297mm x 1.20 metros de comprimento e suporta papéis de até 271g/m². Sua capacidade de memória é de 2GB e seu disco rígido é de 250GB, com painel colorido sensível ao toque. Além das características acima, a C452 suporta papéis até 300g/m² e permite a substituição dos frascos de toner com o equipamento em produção.
As duas máquinas já vêm integradas à plataforma Page Scope Enterprise Suite, composta por quatro módulos que podem trabalhar de forma independente, sendo eles, PS Device Manager, PS Account Manager, PS Authentication Manager e PS Painel Manager. Dentre as soluções ofertadas no pacote Page Scope Enterprise, o primeiro módulo PS Device Manager é gratuito e permite aos administradores de TI configurarem os dispositivos ligados em rede e controlarem remotamente seus status. Além disso, podem ser adquiridos outros três módulos opcionais, que possibilitam desde a criação de contas de usuários e departamentos, como emissão de relatórios de auditoria e customização do painel de controle dos equipamentos.
“A bizhub C280 e a bizhub C452 são duas excelentes soluções para atender a um mercado que exige qualidade fotográfica de impressão e cópia, aliada à redução de custos. Estamos certos que terão grande receptividade no mercado brasileiro”, afirma Fuzio Ymayo, gerente nacional de Marketing e Novos Projetos da Konica Minolta.





Impressora Lexmark sem fio

5 02 2010

A Lexmark apresentou dia 07/08/2009 quatro novas impressoras multifuncionais jato de tinta wireless. Para um mercado home office mais exigente, o modelo X7350 oferece recursos fotográficos juntamente com a capacidade de imprimir, digitalizar, copiar e enviar fax.

Impressora sem fio
X7350

A máquina também pode ser usada em rede, com adaptadores ethernet e sem fio opcionais. O desempenho pode chegar até 25 páginas por minuto em preto e 19 ppm em cores. Um alimentador automático de documentos manipula até 50 páginas para envio de fax e cópias automatizadas.
Com a suíte de softwares da própria Lexmark ainda é possível gerenciar os documentos em diversos formatos, incluindo PDF. Por meio da interface USB já embutida, a imagem digitalizada pode ser gravada diretamente no pen drive.
Seu preço sugerido é de 799 reais e os cartuchos PB e colorido saem por 54,90 e 64,90 reais, respectivamente.
Os outros três lançamentos são os modelos X4550, Z1420 wireless e a X3550 (esta com wireless opcional).

A X4550 tem o preço de 699 reais e atinge velocidades de até 26 ppm em preto e 18 ppm em cores. Também possui funções de scanner e cópia e tem slots para cartão de memória e conector USB, no qual as impressões podem ser feitas diretamente de outros dispositivos.
A impressora Z1420 custa 299 reais e atinge 24 ppm em preto e 18 ppm em cores.
Por fim, a X3550 custa 399 reais e desempenho de 24 ppm em preto e 17 ppm em cores.

A principal diferença deste modelo para a X4550 é a placa wireless, que é opcional.
Os preços dos cartuchos para os três modelos são de 42,80 reais para o preto e 46,40 reais para o colorido.
Segundo Najib Bahous, vice-presidente da Lexmark, “os consumidores têm demorado para usar esse tipo de tecnologia em virtude do alto preço e da complexidade de uso das impressoras sem fio existentes”. De acordo com ele, a empresa pretende mudar este cenário ao “oferecer equipamentos com preços acessíveis e de alta facilidade de instalação e uso”.





Maior case de impressão digital do mundo no Brasil.

5 01 2010

XeroxEditora Abril e Itaú participaram do maior case de Impressão Digital com revistas do mundo.

A Veja, revista semanal com o maior prestígio em circulação no Brasil e a 3ª. maior em circulação no mundo, veiculou no dia 06 de Setembro de 2009, uma edição especial comemorativa de seus 40 anos, com os fatos mais importantes desse quase meio século de vida.

O projeto foi desenvolvido pela Editora Abril e pelo Banco Itaú, que promoveram um fato inédito para a história do marketing direto no Brasil, onde mais de um milhão de assinantes receberam seus exemplares personalizados, além da capa com o endereçamento todas as demais capas receberam mensagens do Banco Itaú com variações de textos e imagem, para isso foram utilizados os bancos de dados de ambas as empresas e, depois de um processo de data mining, esses dados foram cruzados para a confecção da campanha pela agência África. Foram personalizadas a primeira capa da Revista (nome do assinante); a segunda, terceira e quarta capas (mudando imagens, textos e mensagens) trouxeram anúncios institucionais do Banco Itaú e de seus serviços.

De acordo com o diretor comercial da unidade de PSG (produção em alto volume) da Xerox do Brasil, Luiz Iglesias: “A iniciativa de criar uma mensagem direcionada de acordo com o perfil de cada assinante partiu do Grupo Abril. A empresa já havia feito outros movimentos de personalização que envolveram apenas o nome do assinante, mas desta vez, toda a estratégia foi integrada à iniciativa idealizada pela agência África explorando novos recursos tecnológicos oferecidos pela Xerox ao mercado gráfico, fruto do aperfeiçoamento da aplicação de dados variáveis, resultando em um marco para a indústria”.

Carlos Orlando Barbosa, diretor de planejamento de operações gráficas do Grupo Abril, por sua vez, reconhece que a iniciativa quebra um paradigma na indústria. “O sucesso desta iniciativa é uma prova inquestionável da viabilidade do uso do processo de impressão digital em ações personalizadas de publicidade, em veículos de grandes tiragens.”

Pela primeira vez na história da comunicação gráfica uma operação de produção editorial e publicitária juntou as melhores funcionalidades das tecnologias de impressão OffSet, Rotogravura e Digital para produzir mais de um milhão de exemplares personalizados do maior periódico semanal do país.

A parte personalizada da capa foi desenhada e elaborada com recursos de hot stamping (impressão por termo-transferência) com detalhes dourados, e houve ainda a aplicação verniz UV para o acabamento. Aliado a isso, a inclusão dos dados personalizados na contracapa, no anúncio do Banco Itaú, foram viabilizados com o software XMPie recentemente incorporado ao portfólio da Xerox, e que é hoje uma solução de referência para a criação de campanhas publicitárias personalizadas. Os dados envolvidos – informações da base de assinantes, correntistas e não-correntistas do banco – foram cuidadosamente tratadas pela Abril para possibilitar a identificação e impressão de mensagens específicas de acordo com o perfil de cada indivíduo.

As capas foram impressas em sistemas iGen 3 das gráficas RWAFastprint. As máquinas operaram 15 dias ininterruptos para totalizar os 1 milhão e 400 mil impressos necessários, fato que foi um marco para a Impressão Digital mundial – tipicamente usada para tiragens baixas. Segundo dados da Xerox, o volume total equivale ao que é produzido pelos 17 equipamentos iGen instalados no Brasil em um mês.

Entre os desafios técnicos listados por Reinaldo Espinosa e Flávio Medeiros, da RWA e Fastprint, respectivamente, estiveram o constante cuidado e controle para que não houvesse diferença perceptível entre as capas feitas em equipamentos digitais e o miolo, feito em rotogravura – lembrando ainda que a capa para as revistas vendidas nas bancas foram impressas em offset – e a inteligência de logística, já que as revistas seriam distribuídas para todo o Brasil e o processo de separação dos exemplares não permitia erros – já que traziam o nome dos leitores na capa.

“As gráficas atuaram em parceria no projeto e tiveram todo o nosso suporte na construção de um pool de equipamentos. Com o trabalho de três iGen3, conseguimos concluir a impressão em tempo recorde, usando uma tecnologia que está hoje ao alcance de todo o mercado, capaz de oferecer um universo de possibilidades a serem exploradas, especialmente no segmento publicitário, em busca de campanhas cada vez mais dirigidas”, conclui Iglesias.





Simitri HD – o novo toner da Konica Minolta

23 07 2009
Recém desenvolvido Toner Polimerizado Simitri HDAs partículas do toner Simitri HD são extremamente pequenase consistentes em termos de formato, garantindo melhorqualidade da fotografias coloridas e das ilustrações, bemcomo uma reprodução altamente nítida de textos e desenhoscom linhas. A superfície externa polida do toner e a dispersãouniforme de cera e pigmento de cores oferecem uma ótimaimpressão e um acabamento consistente para gerar altaqualidade de imagem em materiais diversos.Reprodução detalhada de linhas finasO toner Simitri HD reproduz meios-tons e caracteresfinos com maior precisão do que o toner pulverizadoconvencional. O que proporciona aos documentos clareza erefinamento com aparência profissional.
As partículas do toner Simitri HD são extremamente pequenas e consistentes em termos de formato, garantindo melhor qualidade da fotografias coloridas e das ilustrações, bem como uma reprodução altamente nítida de textos e desenhos com linhas. A superfície externa polida do toner e a dispersão uniforme de cera e pigmento de cores oferecem uma ótima impressão e um acabamento consistente para gerar alta qualidade de imagem em materiais diversos.
Reprodução detalhada de linhas finas, o toner Simitri HD reproduz meios-tons e caracteres finos com maior precisão do que o toner pulverizado convencional. O que proporciona aos documentos clareza e refinamento com aparência profissional.

Konica desenvolveu recentemente o Toner Polimerizado Simitri HD.

As partículas do toner Simitri HD são extremamente pequenas e consistentes em termos de formato, garantindo melhor qualidade da fotografias coloridas e das ilustrações, bem como uma reprodução altamente nítida de textos e desenhoscom linhas. A superfície externa polida do toner e a dispersão uniforme de cera e pigmento de cores oferecem uma ótima impressão e um acabamento consistente para gerar alta qualidade de imagem em materiais diversos.

Com a reprodução detalhada de linhas finas, o toner Simitri HD reproduz meios-tons e caracteres finos com maior precisão do que o toner pulverizado convencional. O que proporciona aos documentos clareza e refinamento com aparência profissional.

As partículas do toner Simitri HD são extremamente pequenas e consistentes em termos de formato, garantindo melhor qualidade da fotografias coloridas e das ilustrações, bem como uma reprodução altamente nítida de textos e desenhos com linhas. A superfície externa polida do toner e a dispersão uniforme de cera e pigmento de cores oferecem uma ótima impressão e um acabamento consistente para gerar alta qualidade de imagem em materiais diversos.

Reprodução detalhada de linhas finas, o toner Simitri HD reproduz meios-tons e caracteres finos com maior precisão do que o toner pulverizado convencional. O que proporciona aos documentos clareza e refinamento com aparência profissional.





Impressoras HP Z3200

10 07 2009

Vi essas plotterzinhas na feira Digital Imaging no stand da HP e fiquei fascinado com a qualidade de impressão que elas têm. Impressão fotográfica realmente fotográfica.
Claro que o processo de impressão é a jato de tinta e não químico mas o resultado é surpreendente.
FINEART!
O forte delas não é produção (velocidade) nem custo que comparado com as impressoras a base de solvente ou low-solvent é gritantemente mais caro.
A impressão não sai com água como as antigas impressoras a base d’água, mas não suporta utilização outdoor e a mídia de impressão deve ser tratada. Imprimindo com seus 12 cartuchos, é isso mesmo, 12 cartuchos: ciano claro, magenta claro, cinza claro, preto fotográfico, cinza, aperfeiçoador de brilho, magenta, amarelo, preto fosco, vermelho, verde, azul.
Esse monte de cartuchos e mídia tratada eleva o custo de impressão consideravelmete, em compensação o preço das danadas é bem acessível em relação às primas a base de solvente.





Impressão Digital (grande formato)

10 07 2009

Olá amigos,

Hoje vamos contar um pouco do nosso conhecimento sobre impressão em grande formato e expor as tecnologias disponíveis no mercado.
Impressão Digital de grande formato ou Gigantografia é utilizada em sua maioria para Sinalização, externa e interna.
São produzidas em plotters (impressoras) que geralmente têm de 1,20 a 5,0 metros de boca de impressão.
Segue lista das tecnologias disponíveis:

Micropiezoelétrica:
Possui resolução máxima de 1270dpi e imprime em velocidade máxima de 20m²/h (varia com a configuração do equipamento) que tem largura de boca máxima de 3,20m. O sistema de cor opera por padrão CMYK com até 12 combinações de cores. Indicada para impressão indoor e outdoor onde suas principais aplicações são decoração, banner, PDV, Painéis fotográficos, etc…
Utiliza tinta a base d’água e a base de solvente. As plotters a base de solvente também produzem material outdoor.
Piezoelétrica:

Com resolução máxima de 720dpi e velocidade de até 80m²/h podendo ter até 5m de boca de impressão e imprimir em CMYK com 4 ou 8 cores é ideal para impressão de material para uso externo como outdoor e empena.

Cura UV (ultra violeta)
Sem dúvida é um divisor de águas do mercado, pois trouve para o mercado de impressão digital a possibilidade de imprimir diretamente em substratos rígidos como madeira, fórmica, azulejo, vidro e em materiais flexíveis como tecido de qualquer tipo.
Nestas impressoras a tinta passa a ser fotocurada por luz ultra-violeta ao invés de evaporar-se através de calor como nas máquinas piezoelétricas. A velocidade de impressão CMYK com até 6 cores e até 1.000 dpi de resolução pode chegar a 400m²/h, têm boca de até 3,2m e imprimem substratos de até 5cm de espessura.

Sublimação:
Utilizado principalmente para impressão em tecido.
Há 2 processos de impressão sublimática.

Direto: A impressora imprime diretamente no tecido e a tinta evapora “sublimando” as cores no tecido.

Indireto: A sublimação é indireta, pois é feita em papel sublimático (transfer) que depois é prensado em prensa ou calandra térmica e transferido para o tecido.








Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.